Vacinas da Pfizer chegam em Campinas e serão distribuídas aos estados


 

Nacional - 29/04/2021 - 19:50:15

 

Vacinas da Pfizer chegam em Campinas e serão distribuídas aos estados

Vacinas da Pfizer chegam em Campinas e serão distribuídas aos estados

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Chegada do primeiro lote da Pfizer no Brasil no aeroporto de Viracopos, em Campinas-sp

Chegada do primeiro lote da Pfizer no Brasil no aeroporto de Viracopos, em Campinas-sp


O primeiro lote da vacina contra a covid-19 da empresa farmacêutica Pfizer chegou ao Brasil nesta quinta-feira (29/4) no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). O lote com cerca de 1 milhão de doses foi recebido pelo ministro da saúde, Marcelo Queiroga; o ministro das Comunicações; Fábio Faria; o ministro das Relações Exteriores, Carlos França, e o presidente regional da Pfizer para a América Latina, Carlos Murillo.

Em pronunciamento no aeroporto, Queiroga afirmou que o governo federal tem um compromisso com a ciência e com o desenvolvimento de pesquisas sobre a vacina. Segundo ele, o Brasil assegurará a imunização da população com eficiência e sem precedentes: "Vamos continuar firmes para vacinar a nossa população. Nos próximos seis dias, nós vamos distribuir 16,8 milhões de doses de vacina. O que equivale à população de muitos países como Portugal, Grécia e Israel. Tudo isso só é possível graças à força do nosso programa nacional de imunização", disse.

Os imunizantes fabricados em Puurs, na Bélgica, fazem parte do acordo firmado em 19 de março entre o Ministério da Saúde e a farmacêutica. Ao todo, serão 100 milhões de doses até o fim do terceiro trimestre de 2021. A vacina autorizada para uso pela Anvisa, pode ser aplicada em pessoas a partir de 16 anos, com duas doses e fazendo um intervalo de 21 dias entre elas.

A distribuição prevista pelo Ministério da Saúde das vacinas nas 27 capitais do Brasil ocorre entre sexta-feira (30/4) e sábado (1º/5) e terão duas etapas, devido à baixa temperatura a qual o imunizante precisa ser armazenado. Os estados vão receber as doses armazenadas entre -25ºC e -15ºC, que podem permanecer nesta temperatura até 14 dias.

"Negacionismo é querer negar o óbvio, nós vacinamos nossa população com eficiência sem precedentes, temos 38 mil salas de vacinação e uma capacidade de vacinar até 2.400.000 mil brasileiros todos os dias, é isso que nós fazemos", falou Marcelo Queiroga.

Na primeira etapa, os estados e o Distrito Federal vão receber 500 mil imunizantes referentes à primeira dose. Na segunda etapa, as capitais vão receber mais um lote com 500 mil vacinas. Os imunizantes devem ser aplicados em até 5 dias na população e o Ministério da Saúde orienta que essa primeira remessa da vacina da Pfizer seja destinada apenas às capitais, sobretudo em unidades de saúde com câmaras refrigeradas registradas na Anvisa.

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Quem na Globo sempre mandou, agora é contrariado na CNN


Após décadas de cobranças, Governo do Estado atende demanda antiga do Consórcio ABC e inicia Piscinão Jaboticabal


Bolsonaro: Brasil é única "republiqueta do mundo" que aceita voto eletrônico


CPI da Covid: as perguntas que o ministro Marcelo Queiroga deixou de responder


Ronda Ostensiva Municipal de São Bernardo prende dupla por roubo em ponto de ônibus


GCM de Santo André deflagra operação na região do bairro Camilópolis