São Bernardo inaugura 1ª Fábrica de Cultura 4.0 do Estado de São Paulo em lugar do "Museu do Lula"


 

ABCD - 30/09/2020 - 20:37:25

 

São Bernardo inaugura 1ª Fábrica de Cultura 4.0 do Estado de São Paulo em lugar do "Museu do Lula"

São Bernardo inaugura 1ª Fábrica de Cultura 4.0 do Estado de São Paulo em lugar do "Museu do Lula"

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Omar Matsumoto / PMSBC

 

São Bernardo inaugura a 1ª Fábrica de Cultura 4.0 do Estado de São Paulo

São Bernardo inaugura a 1ª Fábrica de Cultura 4.0 do Estado de São Paulo


A 1º Fábrica de Cultura 4.0 do Estado de São Paulo foi inaugurada, nesta quarta-feira (30/09), na cidade de São Bernardo. A nova unidade – localizada na Avenida Armando Ítalo Setti, 80 – está instalada onde seria o Museu do Trabalhador. Ela carrega o modelo inédito 4.0, voltada às atividades de inovação, tecnologia e modernidade, em cursos presenciais e online.

O ato oficial foi realizado nas dependências do prédio e contou com a presença do governador de São Paulo, João Doria, do secretário de Cultura do Estado, Sérgio Sá Leitão e da deputada estadual e líder do PSDB na Assembleia Legislativa de São Paulo, Carla Morando. Os convidados realizaram uma visita guiada, com direito a apresentação de artistas convidados.

A nova Fábrica de Cultura conta com 5.428 m² e quatro pavimentos (térreo, mezanino, e mais dois andares). O espaço conta com uma praça digital, uma “bibliotech”, primeira biblioteca 100% digital do Estado de São Paulo, e áreas destinadas ao espaço maker, para robótica, para games e programação, bem como coworking para incentivar a troca de experiências entre empreendedores e agentes culturais. Também haverá estrutura para a produção artística presencial, audiovisual e moda, assim como um auditório para apresentações musicais e teatrais.

Neste primeiro momento, 32 cursos serão disponibilizados, com 640 vagas. Jovens de 15 a 24 anos, em situação de vulnerabilidade social serão o público-alvo da unidade.

“Hoje é um dia histórico para São Bernardo. Uma nova história começa a ser trilhada nesta cidade. Estamos deixando para trás a história vergonhosa do Museu do Trabalhador e todo o símbolo de corrupção, escândalos e prisões, para dar espaço a cultura, a educação e a novas oportunidades.”, comemorou a deputada Carla Morando.

Durante a inauguração, o governador de São Paulo explicou que o modelo adotado por São Bernardo será utilizado como exemplo. “Todas as novas unidades da Fábrica da Cultura, que serão instaladas no Estado seguirão este modelo de tecnologia. Esse formato será uma referência como padrão de modelo, tecnologia e inovação”, disse João Doria.

O secretário de Cultura ainda explicou que até julho de 2021 está prevista a inauguração de   outros dois pavimentos e do auditório. “ Haverá ampliação para 52 cursos, com 1.075 vagas e 20 mil pessoas por mês participando do conjunto de atividades. E já na terceira etapa, no final do ano que vem, teremos a Fábrica 100% funcionando. Teremos 308 cursos, com 4.185 vagas e 480 mil pessoas participando das diversas atividades”

O espaço será gerido pela Organização Social Catavento Cultural e Educacional, responsável pela administração de outras unidades da Fábrica da Cultura. Ao todo foram investidos R$ 8 milhões do Governo do Estado nas duas primeiras fases da iniciativa e R$ 4,5 milhões da Prefeitura de São Bernardo.

Além do Governador, João Doria e do secretário Sérgio Sá Leitão, a solenidade contou com a presença do Presidente do Conselho da Organização Social Catavento Cultural, Sérgio de Freitas, Gerente de Formação Cultural, Aline Canciani, e da secretária de Cultura e Juventude do município, Greici Picollo Morseli.

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Orlando Morando está na frente na disputa em São Bernardo com 40%


Bolsonaro oficializa indicação de Kassio Nunes ao STF


São Bernardo inaugura 1ª Fábrica de Cultura 4.0 do Estado de São Paulo em lugar do "Museu do Lula"


Candidatura à reeleição de Orlando Morando e Marcelo Lima é oficializada em São Bernardo


Sabesp implanta novo sistema para melhorar atendimento ao consumidor


Reforma da previdência de São Bernardo do Campo é válida, diz TJ-SP