PF indicia Átila Jacomussi, ex-secretário e 22 vereadores por corrupção e organização criminosa


 

ABCD - 07/01/2019 - 10:26:54

 

PF indicia Átila Jacomussi, ex-secretário e 22 vereadores por corrupção e organização criminosa

PF indicia Átila Jacomussi, ex-secretário e 22 vereadores por corrupção e organização criminosa

 

Da Redação .

Foto(s): Arquivo

 

O prefeito de Mauá, Átila Jacomussi, chega à sede da Polícia Federal, em São Paulo

O prefeito de Mauá, Átila Jacomussi, chega à sede da Polícia Federal, em São Paulo


A Polícia Federal paulista indiciou o prefeito afastado de Mauá, Átila Jacomussi, PSB, e o ex-secretário de governo da cidade, João Eduardo Gaspar, pelos crimes de corrupção ativa e passiva e integrar organização criminosa. Dos 23 vereadores da cidade, 22 foram indiciados pelos crimes de integrar organização criminosa e corrupção passiva.

Atila Jacomussi e João Eduardo Gaspar foram presos 13 de dezembro pela Operação Prato Feito, da Polícia Federal, suspeitos de receber propina de empresas que mantêm contratos com a prefeitura de Mauá.

De acordo com a investigação há indícios de que nove empresas, de diferentes ramos, pagavam propina mensal para o prefeito.

O suposto Esquema de Átila

De acordo com a PF, as nove empresas que possuem contratos com a Prefeitura de Mauá, pagavam propina mensal para Átila Jacomussi.

O ex-secretário de governo, Gaspar, redistribuía os valores obtidos de forma ilegal aos outros integrantes do grupo. Os valores da suposta propina distribuída variavam de 10% a 20% do valor dos contratos.

Em maio, durante a Operação Prato Feito, Átila Jacomussi e João Eduardo Gaspar já tinham sido presos em flagrante por corrupção.

A ordem de prisão preventiva contra Jacomussi e Gapar foi revogada no dia 15 de junho de 2018 por um habeas corpus do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). o ministro Gilmar Mendes também foi o responsável por permitir que Átila retornasse ao cargo de prefeito em 11 de setembro.

A delegada Melissa Maximino Pastor, da Delegacia de Repressão à Corrupção e Crimes Financeiros (Delecor), solicitou à Justiça o afastamento dos 22 vereadores suspeitos de envolvimento no esquema, mas o pedido foi negado.

Átila é reconduzido à prisão pela segunda vez

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Governo do Estado anuncia medidas para fortalecer o setor automotivo


Bolsonaro assina MP determinando que contribuição sindical deve ser cobrada por boleto


Lula volta para carceragem em Curitiba após cremação do corpo do neto


Lula acompanha velório do neto Arthur em São Bernardo


Turismo interno deve girar R$ 3,5 bilhões no estado do Rio de Janeiro


Balança comercial tem segundo melhor saldo da história para fevereiro