STJ solta petistas acusados de tentar matar manifestante anti-Lula


 

ABCD - 14/12/2018 - 21:57:47

 

STJ solta petistas acusados de tentar matar manifestante anti-Lula

STJ solta petistas acusados de tentar matar manifestante anti-Lula

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Manoel Eduardo Marinho, o Maninho do PT

Manoel Eduardo Marinho, o Maninho do PT


O STJ (Superior Tribunal de Justiça) concedeu habeas corpus ao ex-vereador de Diadema (SP) Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), preso em maio após agredir um manifestante em ato em frente ao Instituto Lula, em abril.

O ex-vereador Maninho do PT, que, em abril, agrediu um manifestante no dia em que foi decretada a prisão de Lula.

Após um chute, o empresário Carlos Alberto Bettoni bateu a cabeça no para-choque de um caminhão e caiu na rua, em frente ao Instituto Lula, em São Paulo, e ficou 20 dias na UTI.

A Polícia Civil paulistana chegou a indiciar Maninho e Leandro por lesão corporal dolosa grave, mas o Ministério Público entendeu que os dois deveriam responder por tentativa de homicídio com dolo eventual e a juíza Debora Faitarone, da 1ª Vara do Júri de São Paulo decretou a prisão dos dois.

Maninho e o filho, Leandro Marinho, foram presos em maio, acusados de tentativa de homicídio por motivo torpe e meio cruel. A soltura foi determinada pela Quinta Turma do STJ com cinco votos pela concessão do Habeas Corpus.

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Governo do Estado anuncia medidas para fortalecer o setor automotivo


Bolsonaro assina MP determinando que contribuição sindical deve ser cobrada por boleto


Lula volta para carceragem em Curitiba após cremação do corpo do neto


Lula acompanha velório do neto Arthur em São Bernardo


Turismo interno deve girar R$ 3,5 bilhões no estado do Rio de Janeiro


Balança comercial tem segundo melhor saldo da história para fevereiro