Conselho de Ética arquiva representação contra deputados petistas


 

Politica - 04/12/2018 - 22:23:22

 

Conselho de Ética arquiva representação contra deputados petistas

Conselho de Ética arquiva representação contra deputados petistas

 

Da Redação com Agência Câmara

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Deputados petistas Paulo Pimenta (RS), Paulo Teixeira (SP) e Wadih Damous (RJ)

Deputados petistas Paulo Pimenta (RS), Paulo Teixeira (SP) e Wadih Damous (RJ)


O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados decidiu hoje (4), por unanimidade, arquivar a representação do PSL contra os deputados petistas Paulo Pimenta (RS), Paulo Teixeira (SP) e Wadih Damous (RJ).

Os parlamentares foram acusados pelo PSL de terem agido de má-fé ao apresentar, durante plantão judiciário, em julho deste ano, pedido de habeas corpuspara tentar libertar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba pela Operação Lava Jato. O habeas corpus foi inicialmente concedido, mas cassado posteriormente.

O arquivamento foi proposto no relatório do deputado Kaio Maniçoba (SD-PE). Ele considerou a representação do PSL falha por não especificar que tipo de agressão à ética teria ocorrido na ação dos parlamentares. "Não achamos nenhum fato importante que ensejasse a cassação dos deputados”, disse.

Já o deputado Sandro Alex (PSD-PR) criticou a perda de tempo com a análise da representação. "Realmente, é um processo ridículo. Foi gerado, na minha opinião, por uma questão política, de um partido contra o outro. Não tem cabimento esse processo. E nós estamos perdendo tempo aqui, deixando de avaliar processos que a população realmente acompanha no Conselho de Ética", reclamou.

;

Links
Vídeo


Últimas Notícias




Juiz homologa delação premiada do empresário Henrique Constantino


Piscinão do Paço de São Bernardo será entregue em 100 dias


Biometria Obrigatória 2019 para as eleições municipais de 2020


Luiz Fernando, PT, vai para o Conselho de Ética por preconceito contra a mulher


Carla Morando discursa na abertura da APAS Show, enaltecendo a "forte capacidade de gerar emprego"


Processos judiciais abusivos comprometem a liberdade de imprensa