Internacional - 12/02/2018 - 18:01:46

 

Procurador denuncia suposto plano para invadir a Venezuela a partir da Colômbia

Procurador denuncia suposto plano para invadir a Venezuela a partir da Colômbia

 

Da Redação com EFE

Foto(s): Reprodução

 

Procurador-geral da Venezuela, Tareq William Saab

Procurador-geral da Venezuela, Tareq William Saab


O procurador-geral da Venezuela, Tarek Saab, denunciou nesta segunda-feira (12) um suposto plano de "invasão militar" a seu país a partir da Colômbia e advertiu que “tanto as Forças Armadas, como as instituições e o povo venezuelano jamais permitirão tais fatos". 

Segundo o site oficial do governo venezuelano, Saab disse que a Colômbia busca reeditar "épocas já superadas na história militar, como o bombardeio, a invasão e a ocupação a sangue e fogo, de un país pacífico como Venezuela".

A declaração foi feita em evento na cidade de Barcelona, capital do estado de Anzoátegui, no leste do país, a cerca de 300 km de Caracas. O procurador advertiu, contudo, que tal cenário de invasão não será permitido porque, "a Força Armada Nacional Bolivariana e o povo e as instituições democráticas não permitirão que isso ocorra na pátria do Libertador Simón Bolívar".

O procurador disse que suas afirmações são feitas com "a calma e a reflexão" de quem sabe "que cada passo que fizeram aponta para o amedrontamento, para a aplicação do terrorismo psicológico, tendo todo o arsenal de propaganda transnacional a seu serviço".

O ex-chanceler venezuelano Roy Chaderton já havia apontado para um possível movimento militar contra a Venezuela ao comentar na sexta-feira (9), em entrevista televisiva, sobre a existência de uma "expectativa" de invasão militar ao país, embora não tenha esclarecido por parte de quem. "Na tentativa louca de invadir o nosso país, cada esquina vai ser uma trincheira e cada janela um espaço para um franco-atirador patriota", afirmou Chaderton.

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




Câmara aprova decreto de intervenção no Rio de Janeiro


Vereadores petistas querem indenização da prefeitura de São Bernardo


MTST realiza discursos políticos contra reforma da Previdência em São Bernardo


MTST descumpre acordo e faz passeata em São Bernardo


Temer convoca Exército para intervir na segurança do Rio de Janeiro


Justiça manda Corinthians e Odebrecht devolverem R$ 400 milhões para a Caixa